logo Melhores Destinos

8 dicas para aumentar o limite do seu cartão de crédito

Leonardo Cassol
20/03/2021 às 13:54

8 dicas para aumentar o limite do seu cartão de crédito

Aumentar o limite do seu cartão de crédito é perfeitamente possível, independentemente de sua faixa de renda. Basta seguir algumas medidas simples e, é claro, manter o nome limpo e o pagamento das contas em dia. Confira a seguir 8 dicas para turbinar o seu limite de crédito e aproveitar melhor os benefícios que esses produtos oferecem.

Como aumentar o limite do cartão de crédito?

1. Consulte e acompanhe o seu score de crédito gratuitamente

O score de crédito é uma pontuação que indica a probabilidade de um indivíduo pagar suas contas em dia. Ela vai de 0 a 1.000. Quanto maior for a pontuação, mais fácil será conseguir crédito. No Brasil, essa análise é feita pelas empresas Serasa, Boa Vista SCPC, SPC Brasil e Quod, onde é possível consultar gratuitamente e acompanhar sua pontuação.

A Serasa, principal fonte de consultas dos bancos brasileiros, informa ao consumidor os fatores que levaram a diminuição ou ao aumento do seu score, o que pode ajudar a tomar medidas para favorecer sua pontuação. O ideal é ter um score de pelo menos 700 pontos para pedir aumento de limite. Quanto maior, melhor.

2. Ative o cadastro positivo e construa um bom histórico de pagamentos

O cadastro positivo foi criado para criar um histórico oficial de bons pagadores, reunindo dados de quando um cliente paga seus compromissos em dia. Até então, só eram coletados dados de quando um indivíduo ficava inadimplente. Verifique se seu cadastro positivo está ativado e mantenha o pagamento de todas as suas contas em dia. Além disso, pague sempre sua fatura do cartão de crédito em dia e com o valor integral.

Ter contas de consumo em seu nome, como luz, água, telefonia, internet, tv a cabo ou gás também ajuda no perfil de crédito, já que esse tipo de cobrança é atrelado a um endereço, o que aumenta a confiabilidade das empresas conseguirem entrar em contato em caso de inadimplência.

3. Não utilize todo o limite de crédito que tiver

Utilizar todo o limite de crédito disponível passa a impressão de endividamento e comprometimento financeiro, o que pode levar as instituições a se protegerem de um potencial calote no futuro, reduzindo ou limitando suas linhas de crédito. O ideal é nunca utilizar mais de 70% do seu limite, seja do cartão de crédito, cheque especial ou crédito direto ao consumidor. Claro que num mês ou outro você pode usar o limite todo se precisar. Mas seguindo essa dica seu limite vai aumentar mais rápido.

Outra dica é evitar consultas desnecessárias ao seu CPF pelas instituições financeiras. Isso diminui o seu score. Ou seja, nada de ficar pedindo vários cartões de crédito ao mesmo tempo, ou sair fazendo crediários em diferentes lojas do varejo. Tenha cautela e controle o uso do crédito para ganhar mais limite.

4. Tenha cartão de crédito com mais de uma instituição financeira

Ter mais de um cartão de crédito é importante, pois vai te ajudar a não usar todo o limite disponível e ainda fornecer informações positivas de crédito de diferentes empresas para os bureaus de crédito. Se a sua preocupação for com a anuidade, saiba que existem excelentes opções com anuidade grátis ou com políticas de isenção conforme os gastos, que permite você utilizar os produtos sem essa preocupação. Além disso, a maioria dos bancos e instituições possui cartões que não demandam mais abertura de conta ou outro tipo de vínculo, o que facilita o processo. E o pedido pode ser feito pelo app ou site sem sair de casa.

5. Atualize a sua renda comprovada e relação de bens próprios, caso isso te favoreça

Durante muito tempo mantive minha conta universitária no banco, mesmo após me formar. Era conveniente por não pagar nenhuma tarifa. Mas isso pode prejudicar seu perfil financeiro caso você tenha uma boa renda comprovada, por exemplo, já que a instituição não terá essa informação. Além disso, a maioria dos bancos hoje oferece pacotes gratuitos de uso da conta, especialmente se você movimenta ela com frequência.

Outra dica é informar a relação de bens em seu nome, como veículos ou imóveis quitados, investimentos e aplicações financeiras. O patrimônio é um dos itens avaliados pelas instituições para conceder mais crédito. Portanto, avalie se não é o caso de atualizar seus dados financeiros.

Por outro lado, se você já teve uma renda formal maior do que a que possui hoje, é mais conveniente ficar na sua. O limite da fatura de cartão de crédito, por exemplo, pode ser aceito como comprovante de renda em algumas instituições, especialmente se o valor for maior que a sua renda mensal comprovada.

6. Quite as dívidas e pague as contas em dia

Se estiver com alguma pendência em seu nome, o primeiro passo é renegociar e quitar o quanto antes a dívida, porque isso derruba seu score e limita a obtenção de mais crédito. Além disso, antecipar pagamentos e manter as contas em dia contribui para melhorar a sua pontuação.

Tenha em mente que mesmo detalhes como usar sempre o cheque especial, esquecer de pagar uma conta de luz, ou atrasar o pagamento de boletos, ainda que por poucos dias, prejudicam a sua pontuação.

7. Solicite periodicamente o aumento do limite pelo app, site ou central

Se o seu score de crédito está alto, seu nível de endividamento está sobre controle e as contas estão em dia, chegou a hora de pedir mais limite para a administradora do cartão de crédito. Aumentos de até 25% costumam ser concedidos sem precisar de nenhuma documentação. Basta solicitar pelo app, site ou central de atendimento. Para aumentos maiores, pode ser solicitado um comprovante de renda. Neste caso, utilize aquele que te favorecer mais, como a fatura de outro cartão de crédito, contra-cheque, declaração de imposto de renda ou decore (declaração de contador para sócios de empresas).

Você poderá solicitar aumento de limite a cada 6 meses, repetindo esse processo até que seu crédito esteja adequado a sua necessidade. Além disso, é comum para quem tem um score alto que a administradora do cartão aumentar o limite de crédito espontaneamente, sem precisar de um pedido.

8. Transfira limites de outras linhas para o seu cartão de crédito

O Banco do Brasil, Itaú, Santander e outras instituições financeiras permitem que você transfira o limite do cheque especial e do crédito pessoal para o cartão de crédito, o que pode ser uma estratégia útil para aumentar rapidamente o seu limite para uma compra ou viagem, por exemplo. Mas, fazendo isso, você vai ficar sem espaço para pegar empréstimo caso tenha alguma urgência. Avalie conforme a sua necessidade e direcione o limite quando precisar.

Além disso, antes de cancelar um cartão de crédito, avalie se não vale a pena transferir aquele limite disponível para outro cartão, ou de volta para seu crédito pessoal ou cheque especial.


Lembre-se de utilizar o cartão de crédito com sabedoria e consciência, já que ele pode ser uma armadilha de endividamento extremamente cara se você gastar mais do que puder. Existem opções de endividamento bem mais baratas. Caso você passe por algum aperto, não recorra ao cartão de crédito e nem ao cheque especial. São formas de crédito mais acessíveis, mas também mais caras. O CDC (crédito direto ao consumidor) ou o empréstimo com desconto em folha oferecem taxas muito menores e melhores condições de pagamento. Além disso, procure logo o banco para renegociar sua dívida caso não consiga honrar algum pagamento. Assim você evita juros e que o débito se transforme numa bola de neve praticamente impagável.

E você, já conseguiu aumentar seu limite de crédito? Tem alguma dúvida ou dica para compartilhar? Comente e participe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *