Orseni Pequeno
23/06/2023 às 15:41

5 dicas para economizar dinheiro em viagens internacionais

Planejar uma viagem internacional não é tarefa das mais simples, principalmente se for a sua primeira vez em outro país. Além dos fatores comuns em qualquer viagem, como transporte, hospedagem e alimentação, o câmbio costuma ser uma grande preocupação para quem vai visitar um destino fora do Brasil.

Sabendo disso, a conta internacional Wise divulgou uma lista com 5 dicas para economizar dinheiro em viagens internacionais, todas relacionadas com a questão do câmbio, especialidade da conta multimoedas.

Bora conferir!

1 – Abra uma conta internacional

É claro que a Wise não ia perder a oportunidade, né? 😁 Mas faz total sentido, afinal, as contas globais permitem aos viajantes ter saldo em diferentes moedas (no caso da Wise, mais de 50) e realizar compras em vários países como se fosse um morador local, economizando bastante nas taxas de câmbio.

A cotação utilizada pelas contas globais são geralmente mais baixas que casas de câmbio, por exemplo, uma vez que não utilizam o câmbio turismo.

2 – Evite o cartão de crédito

Outra vantagem em abrir uma conta internacional – e que vai ajudar você a economizar – são as taxas menores em comparação com outros players do mercado que operam câmbio.

Quem utiliza um cartão de crédito durante uma viagem ao exterior paga 5,38% de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), enquanto nas contas globais o IOF é de apenas 1,1%. Além disso, o spread – diferença entre a taxa de câmbio real e a cobrada pelo banco – também é menor nas contas internacionais.

Por isso, deixe um pouco de lado o acúmulo de pontos/milhas e priorize o uso dos cartões de débito internacionais das contas globais. Você até pode fazer contas, mas dificilmente será mais vantajoso utilizar um cartão de crédito brasileiro no exterior.

3 – Programe-se com antecedência

Como o mercado de câmbio é volátil e imprevisível, o ideal é se planejar com alguns meses de antecedência, assim você poderá ir comprando aos poucos a moeda estrangeira que utilizará no país de destino, conseguindo, no final, um preço médio do câmbio mais vantajoso.

4 – Faça da tecnologia uma aliada

Em complemento à dica anterior, é claro que você não vai sair comprando qualquer moeda aleatoriamente. O ideal é conferir o histórico da cotação e acompanhar as variações diárias, só assim será possível identificar um bom momento para comprar.

Muitos dos aplicativos de contas globais oferecem ferramentas que podem auxiliar você com a tomada de decisão. Na Wise, por exemplo, você pode selecionar, na página inicial do app, uma das moedas disponíveis e conferir o valor atual do câmbio e um gráfico com as variações nos últimos meses ou anos.

Diversas contas também permitem a configuração de notificações sobre variações no câmbio, algumas com a possibilidade de programar conversões automáticas para quando o câmbio desejado for alcançado.

5 – Entenda os custos

Se você vai comprar uma moeda estrangeira, não é só o câmbio que precisa acompanhar. Como destacado lá na dica número 2, a operação envolve algumas taxas, como IOF e spread, e é muito importante que você entenda estes custos, pois podem variar de uma conta para outra, tornando melhor ou pior a conversão.

As contas internacionais costumam apresentar os custos da operação durante a conversão de valores. O ideal é simular a operação em mais de uma conta.

Quais as melhores opções de contas internacionais?

O mercado de contas globais no Brasil ainda está em expansão, mas já existem opções suficientes para você comparar. A melhor, naturalmente, será aquela que apresentar as condições mais vantajosas para a operação que você pretende realizar em certo momento.

E isso não é ficar em cima do muro, tá? 😁 É que o ideal é mesmo você ter mais de uma conta, afinal, como dito anteriormente, algumas taxas da operação de conversão de moedas pode variar entre contas, então é sempre bom comparar. Uma boa opção é começar com as contas gratuitas, que não cobram taxa de abertura ou manutenção.

Hoje, as mais utilizadas e comentadas pelos brasileiros são as contas Wise e Nomad. Mas outras opções vêm ganhando espaço no mercado, como as contas globais do Inter e do C6 Bank. No caso do C6, é cobrada uma taxa de abertura de US$ 10 para clientes pessoa física, custo que pode ser isento se o cliente tiver o cartão C6 Carbon ou a partir de R$ 20 mil investidos em CDBs do banco.

Caso ainda não tenha contas na Wise ou na Nomad, você pode se cadastrar utilizando os nossos links:

  • Clique aqui para abrir conta na Wise;
  • Clique aqui para abrir conta na Nomad e utilize o cupom MELHORESDESTINOS20 no código de convidado para receber até US$ 20 de bônus!

Na Nomad, após inserir o código de convidado, informe os seus dados pessoais e envie a foto do seu passaporte, RG ou CNH. Pronto, você receberá 2% de bônus do valor da sua primeira remessa, limitado a US$ 20 bônus em até 15 dias úteis. Aproveite, pois é por tempo limitado!

Leia também:


Você já utiliza algum conta internacional? Conta pra gente como tem sido a sua experiência.

app melhores cartões Baixe grátis o nosso app

Seja notificado imediatamente sempre que surgir uma nova promoção

ícone newsletter E-mail diário com promoções

Receba no fim do dia um resumo com as melhores ofertas do dia, as principais notícias e dicas para economizar

ícone newsletter Comunidade grátis no Telegram

Receba as promoções sempre que forem publicadas no site e participe da nossa comunidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *