Gabriela Alves
01/03/2024 às 19:00

FGTS Digital começa a funcionar hoje – veja as 4 principais mudanças para o trabalhador

Começou a funcionar hoje (01/03) a nova plataforma FGTS Digital, que promete modernizar e simplificar a gestão dos recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). A nova ferramenta integra diferentes sistemas e traz algumas novidades interessantes para os trabalhadores.

O FGTS Digital é uma iniciativa do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Caixa Econômica Federal, Serpro, Ministério da Gestão e Inovação (MGI) e Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional e vai integrar os dados do eSocial, projeto do governo federal que busca digitalizar e unificar o envio das informações fiscais, previdenciárias e trabalhistas das empresas, tudo isso de forma individualizada.

Falando assim, até parece que o FGTS Digital chegou para facilitar somente a vida dos empregadores, gerando economia de custos operacionais. Mas, na prática, os empregados também serão impactados, e de forma positiva!

Veja a seguir as principais mudanças na vida dos trabalhadores com a chegada da nova plataforma.

Substituição do PIS

O FGTS Digital passará a atrelar o benefício do trabalhador ao número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e não mais ao Programa de Integração Social (PIS). Dessa forma, o empregado passa a ter um único número identificador, evitando problemas de inconsistências no sistema, como a criação de mais de um número de PIS – além de ficar mais fácil a consulta de saldos, por exemplo.

Saque rescisão sem chave

Outra mudança diretamente ligada ao trabalhador é o fim da necessidade de gerar uma chave para liberação do saque rescisão, em casos de contratos encerrados entre empregador e empregado.

A partir de agora, não será mais necessário informar uma sequência numérica, já que as informações cadastrais e contratuais estarão integradas.

Empréstimos consignados

Nesta semana, em entrevista para O Globo, o presidente da Caixa, Carlos Vieira, adiantou que o chamado e-consignado está na fase de projeto, mas logo deve fazer parte das novas mudanças do FGTS Digital.

Trata-se de uma contratação de empréstimos consignados para trabalhadores do setor privado que visa reduzir a intermediação entre os bancos. Nesta modalidade, que está atrelada ao FGTS, o empregado terá a liberdade de escolher a instituição financeira com as melhores taxas e prazos de pagamentos.

FGTS via PIX

Por fim, outra mudança importante que vale citarmos aqui é a adoção de PIX como método de pagamento do FGTS. Até então, as empresas emitiam uma guia de recolhimento mensal, gerada pelo Sistema de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social (GFIP).

Com o pagamento via PIX, a arrecadação passará a ser mais rápida e erros como pagamentos duplicados e fraudes serão evitados.


E você, será impactado pelo novo FGTS Digital? Conte nos comentários o que achou da mudança!

app melhores cartões Baixe grátis o nosso app

Seja notificado imediatamente sempre que surgir uma nova promoção

ícone newsletter E-mail diário com promoções

Receba no fim do dia um resumo com as melhores ofertas do dia, as principais notícias e dicas para economizar

ícone newsletter Comunidade grátis no Telegram

Receba as promoções sempre que forem publicadas no site e participe da nossa comunidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *